[SINTAB] SERVIDORES DE APOIO IMPÕE CONDIÇÕES AS ATIVIDADES PRESENCIAIS COM CICLO DE IMUNIZAÇÃO COMPLETO E GARANTIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO

Os servidores de Apoio da Educação realizaram na manhã de ontem, terça-feira, dia 14, nova assembleia para deliberar sobre as condições de retorno da categoria às aulas presenciais nas creches e escolas municipais na próxima segunda-feira. Na ocasião, ficou decidido que as atividades presenciais dos servidores serão realizadas após a conclusão do ciclo de imunização vacinal e a disponibilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) no ambiente de trabalho.

Reunião Servidores SINTAB

Já se encontra disponível no site do Sintab para download o Requerimento Administrativo* que o servidor deverá preencher e entregar ao gestor escolar notificando-o que não vai exercer sua função, nem colocar sua vida em risco, caso os EPIs e produtos de limpezas elencados no Protocolo para o Retorno das Aulas Presenciais** não sejam disponibilizados. Em relação a vacina, quem ainda não completou o ciclo vacinal de 15 dias previsto após a imunização da segunda dose, está dispensando do retorno as aulas.

A decisão é fruto da reunião do Sintab com o Secretário de Educação Raymundo Asfora Neto. No encontro, a diretoria do sindicato informou ao secretário que foram realizadas visitas às unidades escolares onde verificou-se um agravamento das condições estruturais e de trabalho durante a pandemia, sem as providências prometidas pela atual gestão.

De um modo geral, a maioria das unidades não tem ventilação nas salas de aula, muitas delas com paredes rachadas, colunas expostas, kits merendas incompleto, com o mato tomando conta dos pátios, pias quebradas, banheiros sem chuveiros, entre outros problemas identificados***. Este panorama coloca em risco a vida dos servidores e da comunidade escolar, indo de encontro ao que foi preceituado pelo Protocolo para o Retorno das Aulas Presenciais emitido pela própria Secretaria de Educação.

A categoria de Apoio da Educação é formada por secretárias, vigias, merendeiras, serviços gerais e motoristas. Por força de decisão judicial, foram obrigados a retornar às atividades presenciais, após 2 meses de paralisação, reivindicando a vacinação para a categoria e as melhorias estruturais no ambiente de trabalho. Para mais informações, entre em contato pelo fone (83) 3341-3178, ou através das redes sociais do Sintab no Instagram e Facebook.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s