[ABONO] Sindicato dos Comerciários informa que trabalhadores de serviços essenciais do comércio terão direito a pagamento de abono pelo feriado

O Sindicato dos Comerciários de Campina Grande e Região, através de nota divulgada nessa quarta-feira (2), informa aos trabalhadores do comércio que trabalham em serviços essenciais, como supermercados e farmácias, que estes terão direito ao recebimento do pagamento de abono pelo dia de trabalho, no feriado do próximo dia 3 de maio, Corpus Christ.

Segundo José do Nascimento Coelho, Presidente da entidade, empresas que fazem parte do setor de serviços essenciais, terão que pagar os abonos aos seus trabalhadores de acordo com a Convenção Coletiva da categoria em vigor. Os valores poderão variar a partir de R$ 38,50, para empresas com até dez trabalhadores, e R$ 45,80 mais a folga até 30 dias do dia trabalhado, para empresas acima de dez funcionários.

Além disso, para os trabalhadores do setor de farmácias, o trabalhador que labutar no dia 3, terá direito ao recebimento do valor de R$ 40,00 mais a folga de até 30 dias. O Sindicato ainda informa que está a disposição da categoria para esclarecimentos ou duvidas se assim houver.

Confira a nota na íntegra:

As empresas que fazem parte do setor de serviços essenciais, como supermercados, hipermercados e farmácias, que ficaram fora do último Decreto do Governo Estadual (Medidas Restritivas), e que funcionarão no feriado de Corpus Christi, quinta-feira (03), terão que pagar os abonos aos seus trabalhadores de acordo com a Convenção Coletiva da categoria em vigor.

Empresas com até dez funcionários terão que pagar o abono no valor de R$ 38,50 e as que tenham em seu quadro funcional acima de dez trabalhadores, R$ 45,80, mais a folga até 30 dias, segundo informou o presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Campina Grande e Região, José do Nascimento Coelho.

Quanto aos trabalhadores do setor de farmácias, explica Coelho, os mesmos receberão pelo trabalho no feriado, o abono no valor de R$ 40,00, além da folga até 30 dias.
O trabalhador que tiver dúvidas sobre seus direitos, lembra Coelho, deve procurar o Sindicato laboral, que se encarregará de encaminhar as denúncias aos órgãos competentes para providências, entre eles o MPT – Ministério Público do Trabalho e a Gerência Regional do Trabalho e do Emprego.

Suas dúvidas consulte: José do Nascimento Coelho (83) 3321-3765/99110-8652

Redação Gabinete Paraíba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s