[TRANSPORTES] Após provocação do Sindicato dos Comerciários, Procuradoria do Trabalho convoca reunião para discutir o transporte público em Campina Grande

Aconteceu na manhã dessa última segunda-feira (10), uma reunião convocada pela Procuradoria Regional do Trabalho, de forma virtual, que contou com a participação da Prefeitura de Campina Grande, através da STTP, SINDLOJA, Representações de Lojistas do Shopping Partage e o Sindicato dos Comerciários de Campina Grande, entidade esta que motivou o referido encontro, após apresentar um documento ao Ministério do Trabalho, relatando uma série de situações referentes a condição atual de funcionamento do sistema de transporte público da cidade.

As referidas questões apresentadas pelo Sindicato, são fruto de denuncias recebidas pela própria entidade e questionamentos apresentados pelos trabalhadores, não só os do comércio. Entre as principais questões, a superlotação dos ônibus em horário de pico, a falta de transporte que atenda toda a demanda de passageiros após às 20 horas, a falta de sanitização dos transportes coletivos e o número reduzido da frota.

José do Nascimento Coelho, Presidente do Sindicato dos Comerciários, comentou que muitos trabalhadores estão precisando utilizar outras alternativas de transporte, como moto-táxi, alternativos, aplicativos de transporte, gerando um gasto extra para essas pessoas. Algumas poucas empresas, estão tendo que diretamente terceirizar outros serviços, como a locação de Vans e o pagamento de Uber, por exemplo. O que para o próprio sistema público gera um prejuízo, tendo em vista que estes passageiros deixam de utilizar o serviço, uma reclamação feita pela própria STTP, que nos últimos dias tem alegado a diminuição de usuários.

Coelho ainda sugeriu que a STTP pudesse realizar campanhas de conscientização do uso seguro do sistema, assim como colocasse fiscais nos coletivos, para garantir a segurança e fortalecesse a sanitização dos ônibus e terminais, que a STTP e a prefeitura poderia se utilizar de recursos da própria entidade, dinheiro arrecadado com as multas e outros pagamentos no município.

Como encaminhamento da audiência, que foi mediada pelo Procurador do Trabalho Raulino Maracajá, houve sugestão da divulgação do aplicativo de transporte coletivo para que a população tenha conhecimento sobre a disponibilização dos ônibus. Ademais, concedeu um prazo de 05 (cinco) dias para a STTP encaminhar ao MPT um estudo/levantamento sobre a existência de demanda excedente de passageiros do Atacadão localizado na BR e do Shopping Partage, bem como sobre a quantidade de passageiros que necessitam da linha nº 245, dados estatísticos com relação ao número de usuários entre os meses de abril e maio. O Sindicato do Comércio encaminhará ao MPT levantamento sobre trabalhadores do comércio que estariam sendo prejudicados em razão do horário reduzido da frota de ônibus de Campina Grande.

A Ata do encontro pode ser acessada abaixo:

Redação Gabinete Paraíba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s