[HISTÓRIA] Orlando Gomes, um cidadão paraibano | Por Gabriela do Ó

Afinado com a Paraíba, terra de gente forte, “encourada” e insubmissa à impunidade. Em 1981, Orlando recebe o título de cidadão nosso e não podia ser diferente.

Hoje (15), dia que em que a Universidade Federal da Bahia (UFBA), a casa de muitos pensadores, completa 130 anos, saúdo um dos seus cátedras mais ilustres, o jurista Orlando Gomes.

De vida consagrada ao Direito, sua prática, magistério e estudo, autor de dezenas de obras, partiu há 33 anos deixando um legado doutrinário que se faz leitura obrigatória para o estudo jurídico no Brasil, nos campos do direito civil, direito do trabalho e ainda da sociologia jurídica.

Defensor ferrenho da democracia, experimentou na ilha de Fernando de Noronha a prisão por suas idéias marxistas, em pelo Estado Novo, no ano de 1937.

Foi diretor da Faculdade de Direito da Bahia (que hoje pertence à UFBA), membro da Academia de Letras da Bahia, fundador da Academia de Letras Jurídicas da Bahia e a grandeza de Orlando dá nome a sedes, praças, Avenida (em Salvador), escolas superiores do Direito e Fóruns.


Sobre Gabriela do Ó

Gabriela cursou Direito. Tem estudos em investimentos e negócios imobiliários. Uma das suas grandes paixões é o jornalismo. Atualmente é colaboradora do Portal Gabinete Paraíba.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s