[POLÊMICA] 80% da direção do PT na PB é contra retorno de Ricardo ao partido diz Deputado Anísio Maia

Segundo o parlamentar, o possível retorno do ex-governador à sigla não é visto com bons olhos; nacional do partido diverge

Deputado Anísio Maia (PT). Foto: Reprodução.

Diante dos últimos acontecimentos, como por exemplo, a saída do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) da presidência da Fundação João Mangabeira do Partido Socialista Brasileiro em âmbito nacional e antes disso, com o apoio do Partido dos Trabalhadores Nacional à sua candidatura a Prefeito de João Pessoa em 2020, além das repercussões que têm havido no meio da imprensa paraibana e que já foram veiculadas por portais como o WSCOM e até no rádio, no programa matutino do radialista Sales Dantas na CPAD FM, há um forte indício de retorno de Coutinho ao PT paraibano.

Por outro lado, um dos mais importantes e representativos nomes do partido crê que este movimento como que “um filho pródigo”, do ex-petista, em retornar à sua antiga legenda, não será nada fácil. Estamos falando do Deputado Estadual Anísio Soares Maia (PT), que declarou que cerca de 80% do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, não vê com bons olhos o retorno de Ricardo Coutinho à sigla.

Anísio Maia e Ricardo Coutinho.
Foto: Reprodução.

Segundo o parlamentar, não está havendo um entendimento da conjuntura na qual o ex-governador está inserido no estado da Paraíba, com as investigações no âmbito da Operação Calvário. De acordo com Anísio, o partido nacionalmente tem tentado retribuir os gestos recebidos do socialista, enquanto estava no Governo do Estado, em defesa de Lula e Dilma, mas isto pode acabar enfraquecendo a imagem do partido no estado, inclusive a possível eleição de Lula.

“Infelizmente há uma dissociação da realidade estadual diante da postura e entendimento político nacional, que insiste num processo de amparo ou retribuição pelos gestos do ex-governador, entretanto o contexto estadual aponta graves problemas cometidos pelo líder socialista com provas irrefutáveis contra ele” – declarou Maia ao WSCOM.

Anísio Maia e todo o PT Municipal de João Pessoa sofreu uma forte intervenção do partido em nível nacional – frustrada pela justiça eleitoral – nas últimas eleições para a Prefeitura da capital, onde o parlamentar foi candidato. Até os dias atuais, a direção municipal do partido não conseguiu se reconfigurar, de acordo com Anísio.

Maia disse que o partido pode passar por dias muito turbulentos, caso o retorno de Coutinho seja confirmado à legenda. Isto pode, segundo o deputado, prejudicar de modo inimaginável o empoderamento que agora vive o partido nacionalmente com a possibilidade de ter Lula candidato a Presidente da República em 2022.

“É preciso encarar a situação do ex-governador dentro da realidade pois é muito grave e o diretório nacional insiste erradamente em não considerar e até entendê-lo no mesmo nível do processo de Lula, o que se configura em grave erro de leitura porque uma situação não tem nada a ver com a outra, pois no caso paraibano há provas robustas contra o ex-governador e isso pode respingar muito forte na candidatura de Lula” – informou o petista.

Redação Gabinete Paraíba com informações do Portal WSCOM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s