[INÉDITO] Papa Francisco decide cortar salários de cardeais e clérigos da Igreja

A medida tomada pelo Sumo Pontífice é inédita na história da Igreja

Papa Francisco. Foto: Reprodução.

O Papa Francisco decidiu nesta quarta-feira (24) cortar os salários dos Cardeais e Clérigos da Igreja Católica devido ao agravamento da crise econômica no Vaticano como resultado da pandemia de coronavírus.

A informação partiu da própria Santa Sé. A medida do Pontífice é inédita na história do Catolicismo, de acordo com um alto prelado do Vaticano.

A medida foi publicada por meio de uma carta apostólica, chamada Motu Proprio, na qual Francisco anuncia que a partir do dia 1º de abril, o salário dos cardeais será reduzido em 10%, e o dos chefes e secretários de dicastérios (ministérios) em 8%. Clérigos e religiosos terão o pagamento reduzido em 3%.

“Um futuro economicamente sustentável requer hoje, entre outras decisões, a adoção de medidas relativas aos salários dos funcionários”, escreveu o papa argentino no documento.

Redação Gabinete Paraíba com informações do Jornal Estado de S. Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s