[AUXÍLIO] Falta agilidade no anúncio de uma Política de Assistência Social e Econômica em Campina Grande

Diante do pior momento da crise sanitária em que vivemos, onde por dia, quase 3000 pessoas estão perdendo suas vidas, o Governo Federal não só falha com a condução da saúde no país, como também falhou com a paralisação do auxílio emergencial, com o fim dos auxílios a economia, empresas e trabalhadores, empurrando toda a população a ir ás ruas, naturalmente, em busca do mínimo para o sustento de suas famílias. Para além disso, a alta inflação dos produtos nos mercados, onde uma bandeja de ovos custa 16 reais, somado ao mal exemplo e ao desleixo nos cuidados com as medidas de segurança, são todas estas, também, causas do momento em que nós vivemos.

Certo é que a população necessita do auxílio público, medidas sociais nesse instante podem fazer a diferença entre a vida e a morte de muitas pessoas. Acontece que em Campina Grande, não se ouviu e nem se viu falar delas até agora, ao que parece, seguindo muito bem a cartilha Bolsonarista, o Prefeito Bruno tem apostado na manutenção das atividades, no negacionismo do eminente colapso do sistema de saúde e em debater assuntos muito mais ideológicos do que práticos, que poderiam contribuir com a população mais necessitada da nossa cidade.

Fila em frente ao Restaurante Popular em Campina Grande

Exemplos de iniciativa não faltam, o Governo do Estado, por exemplo, lançou um pacote de medidas que, entre outras coisas, onde vai doar cerca de 600 mil cestas básicas pelo estado, aumentou a capacidade de atendimento nos restaurantes populares, fará a aquisição de 60 toneladas de peixes para distribuição, reajuste no cartão alimentação, isenção de pagamento de contas de água para bares, restaurantes e similares. A Prefeitura de João Pessoa também deu seu exemplo, aquisição de mais de 200 toneladas de alimentos, fornecimento de mais de 180 mil refeições diárias em seus restaurantes populares, distribuição de 160 mil cestas básicas, alteração dos vencimentos do ISS pessoa jurídica nas atividades mais afetadas, além da mais recente, publicada nessa última terça-feira (16), que estabelece parceria com 28 entidades sociais do município, para o fomento de inciativas que minimizem o efeito da pandemia, um investimento de 1,3 milhão.

E só para sair um pouco do território paraibano, pelo menos 8 capitais do nosso país instituíram em seus municípios programas de renda, similares ao auxílio emergencial, que variam de pagamentos entre 40 e 500 reais, cidades como Cuiabá, São Luíz, Vitória, Macapá, entre outras.

Já em Campina Grande, aparentemente só as lideranças de oposição são capazes de enxergar e cobrar atitudes do Prefeito, por exemplo, o Vereador Anderson Pila (PODEMOS), sugeriu a isenção do IPTU para as pessoas que receberam o auxílio emergencial, a Secretária de Estado Ana Claudia, elencou as iniciativas do estado e da prefeitura de João Pessoa como sugestões a Prefeitura de Campina Grande, mas por serem de oposição, talvez sejam julgados não merecedores da atenção de Bruno, que pelo perfil que apresenta na sua trajetória política e da postura moderna que buscou assumir em sua campanha, nadam combinam com os posicionamentos políticos que vem tomando ao longo desses últimos dias.

O certo é que a população de Campina não suporta mais esperar, as ações são extremamente necessárias para ajudar no combate ao avanço do vírus na cidade, na diminuição da lotação dos nossos leitos hospitalares, na diminuição da circulação de pessoas, nos fim das aglomerações nos espaços públicos, de maneira geral, no combate aos efeitos da pandemia. Bruno precisa ser mais ágil no anúncio dessas medidas, pois por mais clichê que se diga, de fato, quem tem fome tem pressa.

Redação Gabinete Paraíba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s