Inflação dos mais pobres acelera alta para 0,40% em fevereiro, aponta FGV

IPC-C1 vinha de uma taxa de 0,15% em janeiro e agora acumula 6,27% em 12 meses.

Foto: Reprodução.

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) — que mede a variação de preços de produtos e serviços para famílias com renda entre um e 2,5 salários mínimos — apresentou inflação de 0,40% em fevereiro, vindo de 0,15% em janeiro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) em relatório.

O IPC-Br, relativo à inflação para famílias com renda de um a 33 salários mínimos mensais, apontou alta de 0,54% no mês passado, vindo de 0,27%, também em aceleração.

Com esse resultado, o IPC-C1 acumula alta de 6,27% em 12 meses, contra 5,42% do indicador geral no período. Na leitura anterior, a inflação dos menos favorecidos apontava para uma alta de preços acumulada de 5,87% contra 4,84% para todos os consumidores no mesmo intervalo de tempo.

Nesta apuração, duas das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação: Habitação (-1,37% para 0,17%) e Transportes (0,64% para 2,18%). Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento da tarifa de eletricidade residencial (-6,78% para -0,78%) e da gasolina (2,48% para 6,98%).

Em contrapartida, apresentaram recuo em suas taxas de variação os grupos Alimentação (1,19% para -0,04%), Educação, Leitura e Recreação (0,68% para 0,05%), Vestuário (0,52% para 0,09%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,22% para 0,09%), Despesas Diversas (0,38% para 0,26%) e Comunicação (-0,07% para -0,12%).

Nessas classes de despesa, a FGV destaca hortaliças e legumes (7,16% para -2,05%), cursos formais (5,38% para 0,78%), roupas masculinas (0,71% para -0,35%), medicamentos em geral (0,04% para -0,18%), serviços bancários (0,32% para 0,17%) e mensalidade para internet (-0,23% para -0,87%).

A principal diferença entre o IPC-C1 e o IPC-Br está na ponderação da cesta de produtos e serviços para chegar ao indicador final. Para famílias mais pobres, por exemplo, alimentação costuma ter maior relevância e educação particular, menor, dentro do total de despesas.

A próxima divulgação do IPC-C1 acontecerá no dia 6 de abril.

Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s