Cármen Lúcia pediu para Jungmann não soltar Lula, revelam diálogos da Operação Spoofing

Segundo mensagens de Deltan Dallagnol, além de falar com o ex-ministro da Justiça, a ministra do STF também teria orientado os desembargadores do TRF-4 Gebran Neto e Thompson Flores a não cumprirem ordem de soltura do ex-presidente Lula

Novos diálogos revelados pela Operação Spoofing mostram que a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia ligou para o ex-ministro da Justiça, Raul Jungmann, e pediu para que ele descumprisse a ordem de soltura do ex-presidente Lula, expedida pelo desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em julho de 2018.

Na ocasião, Favreto deferiu liminar determinando a soltura do ex-presidente Lula a partir de um Habeas Corpus ajuizado pelos deputados do PT Wadih Damous, Paulo Pimenta e Paulo Teixeira. Hoje, como bem sabemos, o domingo do dia 8 de julho viveu sob a tensão se a ordem seria acatada ou não pela Polícia Federal, que fica sob comando do Ministério da Justiça, à época comandado por Jungmann.

Fonte: Revista Fórum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s